Weby shortcut

Dissertações - 2009

 

 Orientador  Joana Aparecida Fernandes Silva
 Aluno  NARA MOREIRA DOS SANTOS
 Data  
 Título A “HUMANIZAÇÃO” DO PARTO EM MATERNIDADES PÚBLICAS DE GOIÂNIA: DIREITOS REPRODUTIVOS E RELAÇÕES DE PODER
 Resumo O  parto  “humanizado”  é  um  movimento  reflexivo  que  almeja  reorganizar  a  conduta  de atendimento  ao  parto  a  fim  de  promover  um  maior  respeito  aos  diretos  reprodutivos  das mulheres  e  uma  diminuição  da  morbi-mortalidade  materna  e  neonatal.  O  objetivo  principal deste trabalho é analisar a implementação e aceitação dos sujeitos envolvidos no Programa de Humanização  da  Assistência  ao  Pré-Natal  e  Nascimento  nas  maternidades  públicas  de Goiânia;  tem-se  como  preocupação  teórica  fundamental  discutir  em  que  medida  esta reorganização  promove  uma  transformação  nas  relações  de  poder  estabelecidas principalmente  entre  médicos  e  usuárias  no  cotidiano  das  instituições.  Para  a  realização  do trabalho  é  utilizada  uma  combinação  de  metodologias  qualitativas  –  com  o  intuito  de  se apreender as especificidades do contexto analisado – recorrendo-se ao uso tanto de entrevistas quanto de observações sistematizadas das relações cotidianas de trabalho e funcionamento das instituições.  O  trabalho  é  complementado  ainda  por  uma  análise  quantitativa  de  indicadores de  morbi-mortalidade  materna  e  alguns  procedimentos  obstétricos  pelo  sistema  de informações  do  datasus,  além  de  informações  levantadas  nas  próprias  maternidades.  As principais  conclusões  deste  trabalho  apontam  tanto  para  uma  transformação  significativa  em alguns aspectos, como uma maior valorização de aspectos extra-técnicos pelos profissionais, melhora na cobertura de atendimento pré-natal e alguns indicadores de saúde neonatal, quanto para  a  valorização  e  persistência  de  um  modelo  intervencionista  entre  os  profissionais  e mulheres, no qual o poder de decisão destas sobre os procedimentos  realizados ainda é bem limitado. 
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Jordão Horta Nunes
 Aluno  ALESSANDRA TENÓRIO CERQUEIRA
 Data  
 Título O GUIA DE TURISMO EM PIRENÓPOLIS-GO: A CONSTRUÇÃO DE UMA IDENTIDADE
 Resumo

Apesar das mudanças no mundo do trabalho as formas ocupacionais ainda oferecem importantes referências para a construção das identidades dos indivíduos. O turismo é uma atividade em plena expansão que engendra um conjunto de novas relações sociais e também novas ocupações. O município de Pirenópolis – Goiás, principalmente desde o final do século XX, tem sido alvo de demandas e de políticas públicas turísticas. A ocupação de guia é uma das novas ocupações levadas pelo turismo à Pirenópolis. Este trabalho se a propôs analisar como se constrói a identidade ocupacional do guia sob articulação entre identidades atribuídas e identidades incorporadas no interior da sociedade tradicional pirenopolina. Para a análise recorreu-se a teorias sobre representações sociais, identidade e ocupações. Foram analisados aspectos históricos como políticas públicas estaduais do turismo, formação do município e de suas   atividades   econômicas.   A   parte   empírica   do   estudo   baseou-se   em   entrevistas   de profundidade com os guias e semi-estruturadas com a população local e objetivou apreender como esses atores percebem o turismo em suas vidas.

 

 dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Heloisa  Dias Bezerra
 Aluno ARI MARTINS ALVES FILHO
 Data  
 Título O “esquema do mensalão” como um mecanismo de formação de maioria parlamentar no País da fluidez
 Resumo  
Ancorando-se  empiricamente  no  episódio  político  que  ficou  conhecido como  “escândalo  do  mensalão”,  esta  dissertação  tem  por  proposta  estudar  o processo de formação de maioria parlamentar no Brasil atual. Nos trilhos desta proposta  serão  sistematizados  04  (quatro)  modelos  analíticos,  tomados  como tipos-ideais, além de outros 02 (dois) modelos sistematizados não como tipos-ideais; todos apresentados como mecanismos possíveis para se formar maioria parlamentar  em  regimes  presidencialistas.  Tais  mecanismos  serão contrapostos  à  experiência  do  “esquema  do  mensalão”  com  a  finalidade  de verificar o que da cultura e da sociabilidade brasileiras favorece que um desses mecanismos,  a  cooptação  financeira,  apresente-se  como  alternativa  na formação de maioria parlamentar, mesmo que superposta às demais. O estudo será  desenvolvido  mediante  pesquisa  bibliográfica  e  pesquisa  documental. Tomando  tais  modelos  como  instrumentos  para  análise  empírica,  serão utilizadas  diversas  obras  com  a  proposta  de  compreender  a  formação  de maioria  parlamentar  no  Brasil  a  partir  de  seu  contexto  mais  amplo,  buscando desvelar,  para  isso,  possíveis  matizes  da  estrutura  social  e  cultural  do  País. Para  tanto,  a  pesquisa  utilizará  trabalhos  nas  áreas  de  Sociologia,  Ciência Política  e  História,  recorrendo  aos  temas  vinculados  à  teoria  política  e sociológica, à cultura política brasileira e à corrupção. 
 
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador Pedro Célio Alves Borges
 Aluno EDUARDO AIRES BERBERT GALVÃO
 Data  
 Título Cotas raciais como política de admissão UERJ, UnB e o caso da UFG
 Resumo A implantação de políticas de ingresso diferenciado nas universidades públicas brasileiras é uma tendência, sejam tais políticas bônus, cotas sociais e/ou raciais. Desde as primeiras experiências deste tipo, que ocorreram na UERJ e na UnB, muito se discutiu e se produziu sobre o tema. Essa produção  se  direciona  principalmente  para  a  modalidade  mais  polêmica  destas  políticas afirmativas, a cota racial.  Quando o objetivo é uma crítica às cotas raciais há uma tendência (ou necessidade)  de  se  ignorar  um  referencial  teórico  que  discute  as  ações  afirmativas.  Por  outro lado,  ao  recorrer  a  este  referencial  teórico  de  forma  ordinária,  não  resta  alternativa  ao pesquisador que não resignar-se  em admitir as cotas raciais como possibilidade. Nosso trabalho inova ao pleitear uma crítica às cotas raciais sem desprezar o referencial teórico produzido sobre ações  afirmativas.  Para  isso,  o  ponto  de  partida  são  os  temas  já  clássicos  na  sociologia (democracia,  cidadania  e  justiça  social)  que,  em  nosso  entendimento,  originam  as  ações afirmativas  enquanto  campo  de  discussão  teórica.    Ao  estabelecermos  o  debate  das  ações afirmativas  como  um  continuum  dos  temas  clássicos,  podemos  alocar  sua  discussão  no  âmbito das políticas públicas que visam promover o reconhecimento dos indivíduos. Nesse contexto nos é  possibilitada  a  crítica  à  uma  política  de  reconhecimento  que  se  sustenta  em  modelos  de identidade (cotas  raciais) sugerindo um outro, baseado em  um modelo de status. A partir disto, tentamos,  em  uma  perspectiva  comparada  com  os  casos  da  UERJ  e  da  UnB,  vislumbrar  os possíveis avanços obtidos pela UFG ao discutir e implantar seu programa de ação afirmativa. 

   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Dalva Maria Borges de Lima Dias de Souza
 Aluno FLÁVIO SÉRGIO DE OLIVEIRA VILAR
 Data  27/08/2009
 Título O Mercado da Segurança Privada - A construção de uma abordagem a partir da Sociologia Econômica
 Resumo É cada vez maior o interesse em entender a violência contemporânea, bem como aperfeiçoar  as medidas de segurança que devem ser adotadas para contê-la. Também  é grande o esforço para compreender o complexo processo redimensionamento do Estado, particularmente no tocante à implantação de políticas públicas de amplo alcance. E mais, entender o que tem levado setores estratégicos socialmente, em especial a segurança, até então sob a responsabilidade  do Estado, a conviver  e até aceitar a tendência de tornar-se dominada pelo mercado.  
O fenômeno da mercantilização da segurança não é novo, mas vem ocorrendo de maneira mais intensa a partir da década 1970 do século XX em vários países. O tema é complexo. Assim, as causas, as consequências e os significados da mercantilização da segurança têm merecido uma especial atenção dos estudiosos. O conhecimento deste fenômeno deve contribuir para melhor perceber os vários aspectos da  sua dinâmica social que tem grande relevância do ponto de vista econômico, cultural e político. O caminho adotado foi o da construção de uma abordagem a partir da  Sociologia Econômica, apoiada na contribuição principal de Max Weber, Karl Marx e de autores contemporâneos.
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Marta Rovery de Souza
 Aluno LINAMAR TEIXEIRA DE AMORIM
 Data  
 Título UM DILEMA FEMININO: O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO
 Resumo O tratamento do câncer do colo do útero, uma doença com desenvolvimento lento, é eficaz, principalmente nas  lesões precursoras. Para compreender essa doença, na perspectiva da sociologia aplicada à saúde, realizou-se um estudo com mulheres que vivenciaram a experiência do câncer uterino, mediante entrevista semiestruturada, visando apreender as representações criadas por elas. As entrevistas revelaram a coexistência tanto de aspectos positivos quanto negativos na experiência com a doença e confirmaram o estigma que a doença e o tratamento carregam. Os resultados demonstram que as ações de políticas públicas em saúde, dos serviços de saúde disponíveis, precisam ser complementares às ações individuais de prevenção, no sentido de priorizar a informação e o esclarecimento sobre a doença e o tratamento, contemplando as demais dimensões da vida dos sujeitos. Isso aponta para a necessidade de um sistema de saúde humanizado, que apresente garantias de acesso a bens e serviços de saúde de qualidade, evidenciando a interface entre a sociologia e a saúde, que é imprescindível para o alcance das propostas de humanização no contexto sociocultural do processo saúde-doença. 
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Cintya Maria Rodrigues
 Aluno MARCO AURÉLIO PEDROSA DE MELO
 Data  
 Título DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA COMUNIDADE RURAL TAQUARI EM IPORÁ/GO
 Resumo Ao   estudar   as   práticas   de   sustentabilidade   em   grupos   rurais   e   compreender   a   visão ambiental no seu meio, definidas a partir das relações estabelecidas pelos membros de uma   comunidade   rural,   torna-se   necessária   a   utilização   de   um   referencial   teórico   que discuta as situações mais significativas para produção de uma interpretação do sentido da vida social no meio rural, entrelaçada com a questão ambiental. O estudo das relações entre as práticas de sustentabilidade de grupos rurais com o processo produtivo particular por eles organizados com uso de trabalho agrícola ou não-agrícola será aprofundado no presente   estudo.  A  tônica   desta   problemática   está   na   aplicabilidade   das   metodologias para   populações   isoladas,   como   as   comunidades   rurais   de   Iporá,   no   Estado   de  Goiás, que dependem de uma forma de apropriação comum dos espaços e recursos naturais, que devem ser pensados e recriados coletivamente de maneira a garantir a reprodução social   e   simbólica.   Este   trabalho   analisa   a   Comunidade   Rural   Taquari   observando   sua produção agrícola e a organização do trabalho rural; entendendo as representações da religiosidade   católica   no   grupo   e   delineando   as   formas   de   prática   ambiental   e desenvolvimento   sustentável   em   propriedades   rurais.  Este   estudo   das   relações   entre  o homem   e   o   meio   ambiente   dentro   das   comunidades   rurais   esclarece   as   inovações   no desenvolvimento da agricultura de subsistência.
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Pedro Célio Alves Borges
 Aluno MARINA RORIZ RIZZO LOUSA DA CUNHA
 Data  
 Título RISCO E CONSUMO - A construção da identidade a partir do lixo
 Resumo Essa   dissertação   analisa   a   formação   da   identidade   de   grupos   excluídos   da   sociedade contemporânea, no contexto de modernidade tardia. Para tanto, baseia-se no estudo de um universo específico, os catadores de materiais recicláveis, grupo sujeito à exclusão social devido, entre outros fatores, à sua ligação direta com o lixo. No contexto estudado, o lixo é local dos excluídos e rejeitados, local em que a sociedade destina tudo o que não tem mais finalidade, ou que tenha ultrapassado seu tempo de uso e de desfrute. Mas é também “ambiente de sobrevivência e trabalho” de um universo de pessoas que lutam por reconhecimento social e para construírem uma identidade aceita pelos que façam parte da sociedade formal de consumo. O objetivo desta pesquisa, portanto, é compreender como este processo se estabelece. Entender como os grupos formados, a partir do contexto esboçado, configuram sua identidade a fim de promover distinção como grupo social legítimo. Para tanto, parte de um modelo teórico fundamentado na conjugação de três teorias sociais, o desenvolvimento de situações de risco na modernidade tardia, de Beck (BECK, 1997), a formação da identidade no contexto da vida líquida, de Bauman (BAUMAN, 2005) e o consumo como elemento que contribui para a formação identitária, de Bourdieu (BOURDIEU, 2007). Além disso, conta com o suporte da noção de identidade deteriorada de Goffman (GOFFMAN, 1988). Em conseqüência, a pesquisa realizada segue essencialmente procedimentos de interpretação qualitativa, estruturados a partir de metodologia que une aspectos do construtivismo e da fenomenologia. A intenção de uso dessa metodologia é possibilitar o conhecimento do universo dos catadores de materiais recicláveis associados de Goiânia, suas representações pessoais e os motivos que orientam suas percepções.
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Custódia Selma Sena do Amaral
 Aluno MIRYAM MOREIRA MASTRELLA DE ARAÚJO
 Data  
 Título O mundo imaginado, mas nem tanto, de Carmo Bernardes
 Resumo  
  Como  manifestação  cultural,  a  literatura  é  também  forma  de  conhecimento  da  vida social;  se  ela  não  nos  dá  respostas,  pode,  entretanto,  ampliar  o  campo  das  investigações sociais,  deixando  emergir  como  são  percebidas  algumas  questões  num  determinado  grupo, num  determinado  momento.  Este  estudo  pretende  discutir  a  emergência  de  certas  questões sociais  em  duas  obras  do  escritor  mineiro-goiano  Carmo  Bernardes:  Perpetinha:  um  drama nos  babaçuais  (1991)  e  Santa  Rita  (1995).  Buscamos  verificar  como  estão  transfigurados alguns aspectos da realidade nas duas obras,  como, por exemplo, as relações entre homens e mulheres, e outras mais. A partir da forma como a literatura plasma estes temas, procuramos examinar  como  os  mesmo  são  tratados  pela  teoria  social  (sociologia,  antropologia  e historiografia).  O sertão, nos dois romances, aparece como local de  fala contra-hegemônica, pois  não  se  restringe  a  uma  vitrine  de  signos,  isto  é,  um  mero  levantamento  de  costumes, paisagens e tipos humanos que correriam o risco de desaparecer em decorrência do processo de inserção da região à lógica capitalista, ou seja, em virtude da perda de materialidade que o sertão  vem  sofrendo  ao  longo  das  últimas  décadas.  Estas  descrições  servem  como  pano  de fundo,  como  cenário  para  o  desenvolvimento  de  outros  temas,  como  as  desigualdades,  as injustiças, os preconceitos e a opressão dos trabalhadores.  
   dissertação completa em PDF

  

 Orientador  Dalva Maria Borges de Lima Dias de Souza
 Aluno  NAJLA FRANCO FRATTARI
 Data  18/03/2009
 Título INSEGURANÇA: AS PRÁTICAS E DISCURSOS DO MEDO NA CIDADE DE GOIÂNIA
 Resumo Nas  grandes  cidades  a  violência  e  o  medo  vêm  cada  vez  mais  se apresentando  como  fatores  de  condicionamento  do  espaço  e  vida  urbanos. Neste contexto, a segregação socioespacial aparece como fenômeno marcante, produzindo  uma  série  de  efeitos  sociais,  culturais  e  espaciais  de  grandes proporções.  O  presente  estudo  problematiza  essas  questões  e  tem  como objetivo  captar  o  sentimento  de  insegurança  dos  moradores  da  cidade  de Goiânia,  bem  como  as  respostas  concretas  à  insegurança,  expressas  na vivência cotidiana, nos comportamentos, formas de moradia, atitudes e relações com o espaço público.
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Custódia Selma Sena do Amaral
 Aluno  TELMA ANTÔNIA RODRIGUES ALVES
 Data  
 Título TOCANTINS: NARRATIVAS SOBRE O SERTÃO
 Resumo Este estudo tem como objetivo central compreender, a partir de uma localidade do Estado do Tocantins denominada  Duro,  atual cidade de Dianópolis, a construção de mecanismos de visibilidade e de negação do  sertão.  O  Duro  e suas adjacências são considerados pela literatura e pela historiografia   regional   como  sertão   profundo, como um lugar de difícil acesso, oculto, transporte e comunicação precários, escassa população,   lugar   privilegiado   para   fugitivos,   cenário   de   violências   e   de   relações sociais   tradicionais.   Por   meio   de   reinterpretação   da   literatura   local   e   de   pesquisa empírica  busca-se compreender as estratégias pelas quais o Estado do Tocantins e a cidade   do  Duro  vêm   elidindo   a   designação   de  sertão  através   de   estratégias   de modernização.
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Jordão Horta Nunes
 Aluno  ROGÉRIO DOS SANTOS BUENO MARQUES
 Data  
 Título A CONSTRUÇÃO DO PROFISSIONALISMO NA AGRONOMIA: TRABALHO, CIÊNCIA E PODER
 Resumo

Este trabalho tem por objetivo compreender o processo de construção do profissionalismo na agronomia. Parte-se do pressuposto que diferentes segmentos da classe trabalhadora vivenciam o trabalho de maneira diversa. Assim, trabalhadores com maiores níveis de qualificação e pertencentes às classes médias percebem e agem de maneira distinta em relação ao trabalho do que trabalhadores de chão-de-fábrica, por exemplo, que se configuram em sujeitos amplamente estudados nas ciências sociais. Assim, parte-se de um estudo sobre a formação de entidades representativas destes profissionais, para posteriormente, através de relatos de profissionais com larga experiência, construirmos a argumentação sobre os elementos que constituem este conceito de profissionalismo – proteção do mercado de trabalho, relação com clientes, relação com o Estado, o conhecimento específico dentre outros fatores. Também se investiga, em nível mais elementar, a construção de hierarquizações dentro do grupo profissional, no caso a hierarquia de gênero, a fim de demonstrarmos as heterogeneidades e as diferentes valorizações simbólicas existentes entre os profissionais. A construção de uma ideologia do profissionalismo é analisada a fim de demonstramos as diversas possibilidades de manifestação do trabalho enquanto categoria humana.

 

 dissertação completa em PDF

 

 Orientador  Pedro Célio Alves Borges
 Aluno HUGO DE ANDRADE SILVESTRE
 Data  28/08/2009
 Título  A disputa pela esfera pública em sociedades periféricas: o estado mexicano e o zapatismo
 Resumo tes
 
   dissertação completa em PDF

 

 Orientador Luiz Mello de Almeida Neto
 Aluno BRUNA ANDRADE IRINEU
 Data  02/07/2009
 Título A política de previdência social e os direitos LGBT no Brasil 
 Resumo Esta dissertação tem como objeto de estudo as demandas de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) no âmbito da formulação das políticas de previdência social brasileira. Buscamos compreender a dinâmica das lutas LGBT na relação Estado e sociedade civil, a partir da categoria concessão - conquista, para apreender como tem se dado o outorgamento destas demandas na contemporaneidade. Problematizamos sob quais justificativas se tem invisibilizado os direitos das pessoas LGBT e como as categorias gênero e sexualidade vem sendo pensadas no campo da elaboração das políticas públicas. Analisamos como as principais reivindicações LGBT referentes à previdência social têm sido encaminhadas pelo Governo Federal, na forma do Programa Brasil sem Homofobia (2004), das propostas da I Conferência Nacional de Políticas Públicas para LGBT (2008) e da sistematização destas no Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBT (2009)
   dissertação completa em PDF

 

 

 Orientador  Revalino Antonio de Freitas
 Aluno LEILA SILVA DE MOURA
 Data  11/09/2009
 Título O sentido do trabalho para o jovem aprendiz
 Resumo
Este  trabalho  de  dissertação  analisa,  sociologicamente,  o  sentido  do trabalho para o (a) jovem aprendiz, em Goiânia. O objetivo foi compreender os diferentes significados que o trabalho pode representar para esse (a) jovem. E conhecer a realidade social que envolve sua vida e seu cotidiano: o mundo do trabalho,  da  escola,  da  família,  a  socialização,  sonhos  e  obrigações.  Como também a representação que este (a) e a sociedade brasileira faz do trabalho. A  pesquisa  revelou  que  o  trabalho  para  a  maioria  dos  jovens  representa  uma transformação  em  suas  vidas,  pois  por  meio  dele  consome,  contribui  com  a renda familiar  e  passa  a  se  sentir  valorizada  perante  a família  e  a  sociedade. Apesar de se sentir prejudicado (a) em relação ao pouco tempo que lhe resta para  os  estudos  e  lazer  o  (a)  jovem  se  diz  satisfeito  (a)  em  trabalhar  como aprendiz.
   dissertação completa em PDF

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Listar Todas Voltar