Weby shortcut

Apresentação do Programa de Pós-graduação em Sociologia (PPGS)

Atualizado em 21/09/18 11:58.

 

Apresentação e objetivos

 

O Programa de Pós-graduação em Sociologia (PPGS) da Universidade Federal de Goiás (UFG), área de concentração "Sociedade, Política e Cultura", vinculado à Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás, desenvolve, desde 1999, o curso de Mestrado e, desde 2010, o curso de Doutorado (ler quadro atual adiante). Seu quadro docente (permanente e de colaboradores/as) é formado por doutores/as, pós-doutores/as, pesquisadores/as visitantes estrangeiros e bolsistas PNPD (Programa Nacional de Pós-Doutorado da Capes). O Programa conta com bolsas de estudo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG), consolidando-se progressivamente como referência de qualidade na Universidade Federal de Goiás e na região Centro-Oeste, região Norte e Triângulo Mineiro, além de receber pelo programa Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG) estudantes do continente africano, sobretudo Moçambique e Angola. Como programa regional, cumpre uma função importante na formação de pesquisadores, pois segundo o documento de área (Capes, 2016), apenas 7% dos 54 programas brasileiros de sociologia estão no Centro-Oeste.

Objetivos: geral e específicos

O Programa de Pós-Graduação em Sociologia, da Universidade Federal de Goiás (PPGS/UFG) tem por objetivo central a formação qualificada para o exercício das atividades profissionais, de ensino e de pesquisa no campo da Sociologia.

O Mestrado objetiva promover a competência científica em Sociologia, contribuindo para a formação de docentes e pesquisadores que possam:

  1. a) identificar e discutir problemas; relacionar conhecimentos e problemas interdisciplinares; desenvolver o espírito de iniciativa, a capacidade de análise e de crítica.
  2. b) formular questões originais de pesquisa na área de Sociologia;
  3. c) conduzir de forma autônoma investigações de alto nível de complexidade;
  4. d) dominar as diversas metodologias do campo científico capacitando-os para análises sofisticadas de dados sociais;
  5. e) exercitar atividades docentes na área de Sociologia.

 

Contexto atual

 

O programa manteve a nota 4 na avaliação trienal de 2010-2012, mas na avaliação do quadriênio 2013-2016, obteve a nota 3 ao Mestrado e 2 ao doutorado com seu consequente descredenciamento. O processo seletivo ao doutorado 2018 foi cancelado e apenas a turma de mestrado foi matriculada em 2018. Até 2017, portanto, duas modalidades de curso foram ofertadas no Programa: o Mestrado, cujas atividades se iniciaram em 1999, e o Doutorado, que teve início em 2010. O mestrado, realizado em 24 meses – prorrogáveis por até seis meses, a critério da Coordenadoria – comporta disciplinas de créditos e atividades programadas.   12 (doze) créditos em disciplinas obrigatórias, 08 (oito) créditos em disciplinas optativas e 04 (quatro) créditos em atividades complementares. Cada crédito equivale a 16 horas no caso das disciplinas e a 48 horas para as atividades complementares. Além dos créditos atribuídos às disciplinas, são atribuídos mais 16 (dezesseis) créditos de atividades programadas referentes à defesa e à aprovação da dissertação.

O doutorado, que se manterá com as turmas ingressas até 2016 (portanto, com defesas até 2021), tem uma duração mínima de 36 (trinta e seis) e máxima de 48 (quarenta e oito) meses, contada a partir da data da primeira matrícula do aluno até a data da defesa da tese. Os alunos matriculados no doutorado devem cumprir um total de 12 (doze) créditos em disciplinas obrigatórias, 08 (oito) créditos em disciplinas optativas e 08 (oito) créditos em atividades complementares. Além dos créditos atribuídos a disciplinas, são atribuídos mais 32 (trinta e dois) créditos de atividades programadas referentes à defesa e à aprovação da tese.

O PPGS/UFG tem, a cada ano, implementado ações que visam oferecer aos seus alunos uma formação ampla, atenta aos problemas contemporâneos, capaz de estimular e intensificar o interesse pela pesquisa e o debate intelectual. A participação dos mesmos em eventos nacionais e internacionais, bem como a formação parcial no exterior, do tipo mestrado ou doutorado-sanduíche, com ou sem bolsa de apoio, tem proporcionado uma formação mais cosmopolita e aberta a novos campos de investigação. Embora ainda modesta, a internacionalização tem sido uma preocupação cada vez mais crescente no Programa.

No que se refere ao processo de transmissão do conhecimento e à formação de novas gerações, o PPGS apresenta indicadores muito positivos. Nossos egressos do mestrado estão presentes em cursos de doutorados em todo o Brasil - UnB, Unicamp, USP, UFRJ, UNESP etc. E os egressos do doutorado têm sido aprovados em concursos para IES dentro e fora do Estado (UFMS, UEG, IFG, IFGOIANO, UFT, UFMT, IFMT, PUC/GO, Uni-Evangélica/GO, Uni-Anhanguera/GO, entre outras), em concursos na própria UFG, além de outras oportunidades acadêmicas tais como a bolsa PNPD.

 

Proposta curricular

 

Atualmente, as disciplinas obrigatórias se dividem em teóricas e metodológicas. As teóricas estão focadas em teorias clássica e contemporânea de Sociologia e as metodológicas no estudo dos métodos e técnicas de pesquisa. Com o novo Regulamento (Resolução CEPEC 1403 de 2016) a carga horária da pós-graduação, antes de 60 horas, foi ajustada à da graduação, onde cada crédito equivale a 16 horas. Todas as disciplinas são, portanto, de quatro créditos correspondentes a 64 horas.

Como mencionado anteriormente, as disciplinas poderão sofrer alterações e ajustes na medida em que a reestruturação das linhas de pesquisa que será realizada em 2018 implique em uma revisão das mesmas.

Abaixo, as atuais disciplinas obrigatórias, optativas e suas ementas.

 

Disciplinas Obrigatórias

Teoria sociológica 1

Contexto histórico do surgimento da Sociologia; Émile Durkheim e a Formalização Sociológica; Max Weber e a Sociologia Compreensiva; Karl Marx e a crítica à sociedade capitalista.

Teoria Sociológica 2

Balanço do estado atual do conhecimento sociológico; A oposição entre níveis micro e macro de análise; A oposição entre individualismo e holismo; tentativas de superação: Giddens e Bourdieu; O individualismo metodológico; A racionalidade da ação e seus limites; efeitos perversos; Ação coletiva.

 Métodos e técnicas de pesquisa

A ciência e seus perigos. Progresso científico e revoluções na ciência. Método científico, cartesianismo, positivismo e modernidade. Lógica da descoberta científica. Método e filosofia da ciência. A metodologia dos programas de pesquisa científica. Ciência e realidade. O projeto científico. Métodos e instrumentos de pesquisa. A tecnologia do projeto de pesquisa. O aparato estatístico. O problema da informação científica. Tratamento de dados. A “contracorrente”. A responsabilidade do cientista.

Disciplinas Optativas

Ofertadas de acordo com as linhas de pesquisa em Disciplinas Regulares ou Tópicos Avançados, portanto de caráter flexivo, ou seja, sua oferta pode ser descontínua.

Sociologia do trabalho

Teorias dos movimentos sociais

Violência e controle social

Sociologia do Esporte

Educação inclusiva           

Pensamento social brasileiro

Diferença, Desigualdade e Cidadania

Teoria social feminista

Sociologia da Cultura

Sociologia da Religião

Gênero e sexualidade

 

Dissertação e Tese: Não é disciplina, mas atividade de manutenção do vínculo do discente com o programa, é dedicada à elaboração do projeto de dissertação/tese pelo aluno e não conta créditos.

 

 

Listar Todas Voltar